A internet uma década depois – infográfico

Esse infográfico criado pela Bestedsites mostra o quanto a internet mudou nos últimos 10 anos. Nele são compilados a chegada dos novos navegadores, mudanças de memes e redes sociais, a velocidade do carregamento das páginas, o número de horas que passamos navegando, a evolução dos designs das páginas através de comparativos e muitas outras curiosidades que aconteceram na rede desde 2002.

Artigos Relacionados

Enhanced by Zemanta

Como a internet mudou a educação – infográfico

O infográfico abaixo, How Has The Internet Changed Education, nos mostra como a internet e as mídias sociais mudaram radicalmente o ensino e aprendizagem. O primeiro instinto dos alunos, quando confrontado com um problema de pesquisa, apela para o Google ou Bing para obter informações em vez de ir à biblioteca, e apesar dos melhores esforços dos professores para desencorajar seu uso, Wikipedia é o recurso de pesquisa que é usado com mais freqüência. O aumento do ensino online também chama a atenção.

Enhanced by Zemanta

A anatomia do website perfeito – infográfico

Kidux – educando o uso da internet das crianças

Kidux é uma ferramenta desenvolvida em Curitiba que ajuda os pais a controlarem o uso da internet de seus filhos. Com Kidux os pais podem acompanhar a rotina online de suas crianças, ficando cientes de quais sites são acessados e quantas vezes e com que conversam nas salas de batepapo. Claro que existem uma grande quantidade de outros programs que sep restam para essa finalidade porém, a proposta de Kidux é a de estimular o convívio familiar através do diálogo e da troca de ideias para motivar uma nova maneira de educar. O programa deve ser instalado no computador que é usado pelas crianças e permite, além do relatório de visistas, o bloqueio de sites considerados inadequados, lém de contatos suspeitos, comunidades e redes sociais. Kidux não quer ser um espião de conduta. Tanto é que sua presença no computador é visível e pode ser conferida através de um ícone na barra de ferramentas. Além disso, a página de aviso dos acessos bloqueados possui um link, no qual o usuário poderá clicar solicitando a liberação de um site específico. Quem decidirá se o bloqueio será mantido ou não é o próprio pai da criança, o que incentiva o diálogo e a troca de ideias entre ambos, abrindo um canal que passa longe da ideia de repressão ou censura.

Artigos Relacionados

Enhanced by Zemanta

Super Socialize Me – era social da web começa agora

A principal publicação da IEEE, a Spectrum Magazine, nos traz um relatório especial sobre a internet social e a batalha que deverá ser travada entre os grandes Google e Facebook. A Spectrum Magazine antecipa tendências em engenharia, ciência e tecnologia, e atua como um fórum para discussão, compreensão e liderança nestas áreas. No princípio era o computador pessoal. Pouco tempo depois as pessoas começaram a ligá-los em redes, que culminou com a World Wide Web e o navegador da Web, a primeira grande era da internet. Depois veio o motor de busca, que lançou a segunda grande era da Web, a era do Google. Agora vem o terceiro: a era das redes sociais. O relatório da Spectrum reúne uma série de reportagens e artigos que nos mostram quais as tendências e vertentes que deverão ser seguidas. Assuntos como monetização, privacidade, tecnologias, realidade virtual, novas redes sociais são muito bem abordados. Vale a pena conferir o que nos espera.

Enhanced by Zemanta

Today And Tomorrow – a internet em 2015

Today and Tomorrow é um vídeo infográfico criado pela Mitsue Venture e Neo Labels. O vídeo, analisando  15 fatos importantes do mundo digital e do consumo de mídias que foram tuitados, nos traz dados sobre o comportamento digital do presente e prevê como será a internet em 2015. Mais um vídeo infográfico interessante que nos traz estatísticas atuais e futuras. Porém, será essa a melhor maneira de transmitir informações de dados ou simplesmente estão despejando fatos, muito mais rápido do que possamos lê-los?

Enhanced by Zemanta

Spoken Web – mecanismo de busca que fala

SpokenWeb

The Spoken Web é um mecanismo de busca baseado em voz construído pela IBM, com o objetivo de atingir populações semianalfabetas em países em desenvolvimento.  É como se fosse uma internet operada por voz, utilizando-se o telefone. Os usuários podem acessar VoiceSites, análogos à website, e acessar informações que foram gravadas pelo usuário que criou esse VoiceSite. A idéia é a de criar um sistema de informações que ajude a fornecer acesso a serviços e dados mais fácil do que pela internet, para atingir populações que não tem acesso à web. Atualmente o projeto atinge mais de 10 mil pessoas em projetos piloto na India, Tailândia e Brasil que vem utilizando o serviço para sabre preços, procurar empregos, etc. Como o número de sites de voz, bem como seus conteúdos, vem crescendo, sentiu-se a necessidade de desenvolver um mecanismo de busca para ajudar no acesso às informações.

Enhanced by Zemanta

Plataform – um CMS drag and drop

Colaboração de Alexandre Shima e Marcio Sartor

PageLines Plataform

Plataform é um tema para WordPress desenvolvido pela PageLines com um framework de arrastar e soltar. O produto apresenta um CMS com características bastante interessantes como editor de layout drag and drop, criador de templates para sites personalizados totalmente configurável. A plataforma é totalmente integrada ao criador de fóruns bbPress e ao criador de comunidade BuddyPress e possui suporte para otimização de busca (SEO), mídias sociais e publicidade. O objetivo maior da criação deste tema é o de facilitar a vida daqueles que utilizam o WordPress para montar seus sites e não ter que codificar para fazer um bom webdesign. A licença individual custa 95 dólares e permite a criação de vários sites de uma única pessoa. A versão para desenvolvedores multiusuários custa 175 dólares e inclue a compatibilidades descritas acima. Confira as características do tema e demo.

PageLines Plataform

Artigos Relacionados

Enhanced by Zemanta

Expression Studio – desenvolvedores fazendo bonito

Microsoft Expression Studio 4

O Expression Studio 4 da Microsoft é uma coleção de aplicativos voltada para desenvolvedores web e foca-se em ferramentas como o Silverlight e o .NET. Com esta suíte é possível desenvolver sites dinâmicos complexos e fazer uso intensivo do Silverlight, incluindo vídeos e muito mais. Os componentes principais do Expression Studio são o Blend, para produção de projetos XAML voltados a Silverlight e aplicações WPF (Windows Presentation Foundation), o Web, para criação de sites e o Encoder, para codificação e streaming de vídeo. O Blend permite que desenvolvedores criem aplicativos “bonitos” de forma fácil, saindo um pouco do tradicional. Uma nova versão do pacote inclui suporte ao Windows Phone 7, que permite a criação de aplicações para o sistema do telefone. Existe também o utilíssimo Design que cria gráficos vetoriais, faz recortes e importa arquivos do Photoshop e do Ilustrator. Isso permite uma excelente integração entre designers e desenvolvedores. Para quem estiver interessado em aprender mais sobre o Expression Studio.

Enhanced by Zemanta

IDEO – uma visão do livro do futuro

IDEO

Ideo é um importante estudio de design e lançou, recentemente, um vídeo que apresenta sua visão para o futuro dos livros. São experiências e inovações em torno de um novo livro que,  com touch screen e conectado na rede, trará novos valores, usos, compartilhamentos e experiências para os leitores. São mostrados três diferentes visões: Nelson. Coupland e Alice. As soluções para as interfaces são bastante interessantes.

Enhanced by Zemanta

Webinos – “codifique uma vez, rode onde quiser”

Webinos

Webinos é um projeto de pesquisa desenvolvido pela Comunidade Européia no Fraunhofer Institute, pelo mesmo grupo que desenvolveu o formato MP3 para músicas. O milionário projeto que envolve centros de pesquisa, universidades e empresas como Samsung, Sony Ericson, BMW, Deutsche Telekom, entre outras,  tem como principal objetivo oferecer uma plataforma standard, de código aberto, para aplicações web através de celulares, computador, home media (televisão) e dispositivos embarcados em automóveis que não precisem ser reprogramadas para cada plataforma. Em outras palavras, Webinos quer desenvolver um conjunto comum de APIs que permitirão aplicativos rodarem no ambiente web. Para tal, Webinos oferece um único dispositivo virtual que pode ser constituído por todos os dispositivos pertencentes a um usuário. Serviços rodando nesta plataforma poderiam aproveitar as capacidades de um determinado dispositivo, sem ter que ser especificamente projetados para esse sistema. O objetivo é a redução de custos, conforme explica o diretor Stephan Steglich.

Enhanced by Zemanta

Eric Schmidt – haverá vida fora do Google?

Texto de Ethevaldo Siqueira

Eric Schimidt

Este texto é uma síntese jornalística da palestra proferida pelo presidente do Google, Eric Schmidt, um dos keynote speakers da IFA 2010, em Berlim:

Em sua fase inicial, a internet mostrava quanto o computador poderia fazer por todos nós. Hoje penso um pouco diferente, pois o celular – em especial o smartphone – multiplicou por 1 bilhão o poder do computador.
O que aconteceu após essa explosão da telefonia celular no mundo foi tão impressionante que eu passei a considerar a mobilidade em primeiro lugar. Sim, mobility first. A expansão da internet – e, por consequência a expansão do Google – não tem ocorrido por causa dos computadores, mas porque os celulares mais avançados, os smartphones de hoje, já são tão poderosos quanto os verdadeiros computadores. E funcionam como terminais remotos conectados a supercomputadores.
O que chamamos de cloud computing equivale, na prática, a um imenso supercomputador. E, graças aos smarphones, a informação, o vídeo ou a música estão disponíveis para milhões. A informação e o entretenimento estão diante de cada um de nós, ao alcance de nossa mão. A internet móvel dos celulares de hoje é oito vezes mais rápida do que a internet discada dos desktops do ano 2000. A internet não apenas ocupa um mercado maior, mas cresce de forma muito mais rápida.

Artigos Relacionados

Continuar lendo »

Square – o Flash Player de 64 bits

Square

Square é a nova versão do amplamente utilizado plug-in Flash Player , desta vez suportando 64 bits, atendendo as recentes tendência no desenvolvimentos dos navegadores como o novo Explorer 9 beta. O Square está disponível para Mac OS X, Windows e Linux. Vale o esforço da Adobe Systems para para manter o poder do Flash, em razão dos novos padrões Web que oferecem muitas capacidades Flash sem utilizar plug-ins. A transição gradual para a computação de 64 bits tem tornado o hardware muito mais acelerado, obrigando os desenvolvedores de browsers acompanharem a tendência de filmes, gráficos e até mesmo textos se tornarem muito velozes. Quem quiser testar esta versão experimental do Flash Player, ela já se encontra disponível para download no Adobe Labs — ele é compatível com qualquer sistema operacional capaz de rodar o Flash Player 10.1.

Artigos Relacionados

Enhanced by Zemanta

OpenDNS – crianças seguras online

OpenDNS

OpenDNS é uma ótima alternativa para aquelas ferramentas de controle dos pais complicadas de configurar. Para bloquear o acesso a certos sites no nível do servidor DNS, você pode utilizar gratuitamente o OpenDNS, sem ter que instalar novos softwares e sem chances de prováveis conflitos. Basta fazer uma conta e, na seção Web Content Filtering, escolher os tipos de sites a serem bloqueados. Possui também proteção contra sites fraudulentos (phishing protection) e bloqueio de sites adultos. O serviço possui um cache enorme, opera sua própria rede de servidores e software, e se torna mais rápido à medida que mais usuários utilizam a ferramenta, pois mais endereços são adicionados à lista, e assim, gradativamente, sua performance vai sendo incrementada.

Enhanced by Zemanta

Aprimore seus aplicativos HTML com o WPF/E

WPF

WPF/E” é um nome de código para uma nova tecnologia de apresentação na Web criada para ser executada em uma variedade de plataformas. Ela permite a criação de experiências sofisticadas, visualmente impressionantes e interativas que podem ser executadas em qualquer lugar: com navegadores e em vários dispositivos e sistemas operacionais de desktop (como o Apple Macintosh). Compatível com o WPF (Windows Presentation Foundation), a tecnologia de apresentação no Microsoft .NET Framework 3.0 (a infra-estrutura de programação do Windows), a linguagem XAML (eXtensible Application Markup Language) é a base do recurso de apresentação “WPF/E”. Utiliza o  Expression Graphic Designer, uma nova ferramenta da Microsoft que reúne o melhor das ferramentas de design de gráficos vetoriais com base em pixel, permitindo aos designers explorarem novas possibilidades criativas. Ela lhe permite incorporar gráficos de outros aplicativos e exportar elementos de design para uma variedade de ferramentas de software, incluindo XAML para WPF e “WPF/E”. Leia o white paper para saber mais.

Enhanced by Zemanta

EFF – defendendo seus direitos digitais

EFF - Electronic Frontier Foundation

EFF ou Electronic Frontier Foundation é uma organização sem fins lucrativos que luta pela defesa dos direitos digitais dos cidadãos. Através de campanhas e lutas nos tribunais, EFF vem obtendo significativas vitórias em defesa das liberdades de expressão, privacidade, inovação, educação da imprensa e público em geral e direitos dos consumidores online. A entidade foi fundada em 1990, bem antes do boom da internet, e é mantida por doadores. Oferece, através de advogados, ativistas, analistas políticos e tecnólogos, assessoria àqueles que se sentem prejudicados pelo nosso mundo em rede. Através de seu Action Center, mais de 61 mil cidadãos interessados lutam contra legislações ultrapassadas e injustas. Gigantes como o governo norteamericano, Apple, Facebook, Google, Yahoo, para citar alguns, já foram ou são alvo da EFF.

Enhanced by Zemanta

Wikipedia – abraçando a web semântica

Wikipedia + Web30

Wikipedia, um recurso global construído através de milhões de voluntários, é o sumário da Web 2.0. Agora, a Wikimedia, organização sem fins lucrativos que é a mantenedora da enciclopédia, pretende torná-la o eixo da Web 3.0, ou Web Semântica. Isso significa fazer com que informações dos 15 milhões de artigos tornem-se compreensíveis para computadores assim como a são para humanos. Isso permitirá que, por exemplo, os números mostrados em uma das colunas desta tabela listando os presidentes do Brasil são datas. Isso poderia, por sua vez, permitir que aplicativos gerem automaticamente cronogramas, históricos, linhas do tempo ou respondam a respostas que normalmente comtemplam aquele artigo que está sendo pesquisado pelo usuário. A comunidade de Web semântica está ajudando a desenvolver formas de tornar o conhecimento mais acessível da Wikipédia para computadores e software. Algumas alternativas utilizam os bancos de dados DBPedia e o Freebase.  Para saber mais.

Enhanced by Zemanta

Squarespace – uma alternativa para o WordPress?

Squarespace

Squarespace é uma plataforma de publicação online e paga. Os serviços variam entre US$ 8 (pacote básico) e US$ 50 (pacote de comunidade), por mês. Ao contrário de outros CMSs, como o WordPress e MovableType, o Squarespace é um ambiente baseado em nuvem que não requer conhecimento de CSS e HTML. O editor é inteiramente visual mas, para aqueles com maiores conhecimentos, pode-se facilmente acessar o código e alterá-lo. Squarespace é uma opção de hospedagem que oferece uma maneira fácil de criar um blog ou um site completo, com uma interface totalmente modular e customizável e com estatísticas de tráfego. Plug-ins de terceiros não fazem parte da filosofia do Squarespace, cuja meta é dar ao usuário o máximo de controle sobre o site. Pode-se testar a plataforma gratuitamente por duas semanas. Assista a um tour.

Enhanced by Zemanta

BBC – publicação dinâmica semântica na Copa

BBC World Cup

O site da BBC da Copa do Mundo utilizou uma tecnologia de publicação dinâmica semântica conforme post publicado em seu blog. O site chegou apresentar mais de 700 páginas que eram alimentadas por um framework semântico. O site ostenta uma ontologia (mapa de conceitos) que gera automaticamente metadados criados on-the-fly. Dessa forma, não havia participação direta de autoria ou do jornalista na linkagem do material. Os metadados relacionavam os conteúdos ricos e criavam a navegação semântica agregando páginas, textos, imagens, vídeos e links.

07-13-BBC2

Enhanced by Zemanta

BaseKit – sites sem código, direto do Photoshop

BaseKit

BaseKit é uma nova alternativa para designers e desenvolvedores criarem sites ricos e dinâmicos diretamente do Photoshop ou desenhar templates sem o uso de código. Carregue seu arquivo PSD e o design é automaticamente recortado e já está compatível com os padrões HTML e CSS. Pode-se também optar por pacotes prontos disponibilizados no site. BaseKit é um sistema de gerenciamento de conteúdo com diversas características que tormam a construção de páginas web simples como apontar e clicar, arrastar e soltar. Concluído o design pode-se publicar imediatamente. Possui também uma biblioteca de widgets muito boa. Confira as funcionalidades.

Enhanced by Zemanta
PHP Warning: Missing argument 2 for wp_widget() in \\fs-educ\site\corporativo\conexaote.portaluniversitario.com.br\web\wp-includes\widgets.php on line 76