Arquivos do Blog

Flipboard – aplicativo de leitura semântico para redes sociais

Flipboard

Flipboard não é apenas mais um aplicativo bonitinho para leitura de revista no iPad. Ele agrega uma poderosa tecnologia de web semântica adquirida da Ellerdale, cujos algoritmos inteligentes de análise de dados, já havia sido usado para criar um motor de busca em tempo real e tracker de tendências na web. Baseado nos contatos que o usuário tem em redes sociais, O Flipboard monta uma revista eletrônica dinâmica muito bem diagramada e abastecida com links e UGC (user-generated content) compartilhados no Twitter e Facebook. Ao invés de ficar lendo o que está sendo publicado por seus amigos nas redes sociais e clicando em links, você pode ter esses links como revista no iPad. Tem a ver com o que o paper.li faz apenas com o Twitter, porém determina melhor quais atualizações são mais importantes para você.

Enhanced by Zemanta

MindSnacks – aprendendo línguas no iPhone

MindSnacks

MindSnacks é um aplicativo para o ensino de línguas no iPhone, iTouch e iPAD. Atualmente somente o espanhol está disponível mas, em breve, versãos para francês, italiano e mandarim também estarão disponíveis. MindSnacks conta com seis mini-jogos para aprender vocabulário espanhol leitura e habilidades de conversação. O aplicativo contém mais de 1400 palavras e frases, clipes de áudios com pronúncia nativa e imagens. Possui um algorítimo de aprendizagem baseado em repetições espaçadas que melhoram a memorização do vocabulário e gramática. Com MindSnacks fica fácil, a partir do seu dispositivo móvel,  jogar e aprender outra língua a qualquer hora e onde bem estiver.

Enhanced by Zemanta

Ishikava – escaneando livros com as páginas virando

Colaboração de Rosilei Vilas Boas

Ishikava

O Ishikava Komuro Laboratory da Universidade de Tóquio anunciou um dispositivo que permite o escaneamento de livros enquanto as páginas são viradas. A previsão é que o protótipo fique pronto em dois anos. O protótipo de escaner é capaz de digitalizar um livro de 170 páginas em um. O escaner funcionará com câmeras capazes de tirar até 500 fotos por segundo. “Consideramos que se trata do sistema de escaner mais veloz do mundo, pelo menos levando em conta as tecnologias difundidas publicamente até agora. Estamos trabalhando com a possibilidade de usar robôs para que virem as páginas automaticamente e com mais concisão”, afirmou um dos pesquisadores. Para não haver distorção enquanto as páginas são viradas, o sistema é ajustado medindo formas em três dimensões. Assim, as imagens podem ser eletronicamente transformadas para parecem como o original. A nova tecnologia foi desenvolvida enquanto empresas de impressão japonesas visam o mercado de e-books, que podem ser lidos com o uso de aparelhos como o iPad, da Apple, e o Kindle, da Amazon.

Enhanced by Zemanta

Inkling – muito mais que livros interativos para iPad

Inkling

Inkling é uma plataforma para livros didáticos que usa os recursos do iPad para prover funcionalidades que livros impressos jamais poderiam, enriquecendo o aprendizado. São os livros texto do século 21 com uma série de recursos como imagens ricas (como infográficos), vídeos (via streaming), animações, objetos tridimensionais, possibilidade de copiar o texto (limitada, para evitar problemas de direitos autorais) e fazer buscas por palavras-chave, sem falar que notas e destaques podem ser compartilhados entre contatos, ou mantidos privados. Os livros adquiridos podem ser apagados e recuperados posteriormente, na íntegra ou em capítulos, sem perda das anotações. Até agora, epublishing no iPad tem seguido a tendência de fornecer meros arquivos PDF ou PNG, apenas com vídeos e botões de redes sociais como recursos adicionais. A grande sacada do Inkling é o aspecto social. Pode-se fazer perguntas em anotações e compartilhá-la com colegas de classe, tornando o estudo muito mais dinâmico.

Enhanced by Zemanta

ePub Bud – eBooks infantis online

ePub Bud

ePub Bud é um aplicativo online para a criação de eBooks infantis gratuitamente. ePub Bud permite subir arquivos, enviar ou criar publicações para serem vistas no iPad ou Kindle. Bastante motivador para garotada desenvolver o hábito da escrita, e enviar suas produções para parentes ou amigos baixá-las e lê-las em seus eReaders. Pode-se também enviar um livro impresso da criança e ePub Bud o digitaliza e publica no site. O serviço disponibiliza até um serviço para a venda das produções, caso não queiras disponibilizá-lo gratuitamente. Os eBooks são mostrados no site com informações do autor, ano de publicação, gênero e linguagem. Os usuários podem também avaliar cada livro ou adicionar comentários.

Enhanced by Zemanta

CourseNotes – o iPad na sala de aula

CourseNotes

CourseNotes é um aplicativo para iPad para fazer anotações em sala de aula. CourseNotes permite escrever notas, desenhar esboços e organizar coisas a fazer. As notas podem ser organizadas por assunto e por data e enviadas por e-mail. Pode-se também atribuir e gravar palavras chaves para cada assunto e ir construindo um glossário. As anotações podem ser facilmente encontradas posteriormente e compartilhadas com colegas através de Bluetooth ou rede local.

Enhanced by Zemanta

Tablet OLPC – US$ 75 e protótipo ainda em 2010

OLPC-Tablet

O fundador do projeto One Laptop Per Child (OLPC), Nicholas Negroponte, anunciou que a organização vai acelerar o desenvolvimento do computador tablet XO-3 e terá um protótipo funcional, já em dezembro de 2010. O produto final deverá custar US$75. O tablet deverá ser uma combinação de laptop, iPad e Kindle e poderá ser utilizado em ambientes fechados ou à luz do dia. O protótipo terá uma tela de vidro de 9 polegadas mas, a pretensão, é a de que a unidade seja totalmente em plástico, praticamente inquebrável.

Enhanced by Zemanta

Courier – o tablet da Microsoft

Courier

Courier é uma plataforma tablet, que vem sido desenvolvida pela Microsoft e outros parceiros, ideal para estudantes, tecnólogos e para aqueles que adoram slide-shows. Apesar da grande publicidade em torno do iPad, ele não se demonstra ideal para determinadas funções por ter processamento limitado, faltar dispositivos de entrada, não possuir câmera e não fazer anotações. Aí entra o Courier satisfazendo todas essas carências. O dispositivo possui dois monitores de 7 polegas touchscreen, possui câmera e caneta para fazer anotações. No entanto, tanto o iPad como Courier, são dispositivos que nos mostram as possibilidades de um computador não estar limitados à mesa ou mesmo na mobilidade de um laptop e sim um aparelho celular não limitado por nossos modelos mentais de telefones, PDAs ou dispositivos portáteis.

Reblog this post [with Zemanta]

iPad – mudando a maneira de desenhar websites

iPad

O iPad vem recebendo inúmeras críticas. Enquanto geeks o olham com certo desprezo por ser apenas o que se esperava, o mercado editorial o tem visto como a verdadeira salvação. O fato é que, mais cedo ou mais tarde, teremos que fazer webdesign considerando esse tipo de dispositivo móvel. Para tanto temos que nos ater a alguns pontos fundamentais. O primeiro deles é o fato de podermos visualizar a tela tanto no formato retrato quanto paisagem, ou seja, teremos obrigatoriamente que usar um design fluido inteligente na largura ou, Smart Fluid Width Design. Uma combinação de CSS e Javascript pode melhorar em muito a experiência do usuário. Em alguns casos essa pode não ser a melhor solução e tenhamos que partir para a utilização de vários estilos de CSS para diferentes configurações e dispositivos ou, o chamado adaptive CSS. Em outra situação, poderemos partir para um conteúdo que se adapta à resolução da tela. Uma coisa, entretanto, nos parece certa. O website não precisa aparecer da mesma maneira em todas as plataformas. Para alguns, a solução vertical será mais indicada enquanto, para outros, em que se deseje uma melhor visualização horizontal, usar o tablet em landscape vai ser mais agradável. A mesma solução de não dobrar (no fold) utilizada no iPhone, deverá ser transferida para os novos dispositivos. Não podemos também esquecer que o principal método de interação do usuário serão seus dedos. Logo os links terão que ser repensados e redimensionados. Os atuais efeitos de mouse over desenhados para dispositivos de apontar ou mesmo, links em textos, acabarão se tornando obstáculos para a experiência do usuário. Outro paradigma, é a não utilização do Flash mas, com a Google adotando abertamente o HTML5 para o Youtube , nos parece claro o caminho a ser trilhado. Designers precisam entender essa mudança e dedicar esforços no aprendizado do HTML5 porque, parece que a coisa vai rolar por aí. Aspectos de tipografia e webkit também precisam ser avaliados e testados.

Recursos Relacionados

Reblog this post [with Zemanta]

PHP Warning: Missing argument 2 for wp_widget() in \\fs-educ\site\corporativo\conexaote.portaluniversitario.com.br\web\wp-includes\widgets.php on line 76